Alô ! Alô! Aqui é do futuro… alguém me escuta?

XR3 – Estou falando do ano de 2040,me chamo XR3, alguém me escuta?

Fulana – Pois não estou na escuta. Fale.

XR3 – Estou pesquisando o modo de vida de vocês do passado, gostaria de fazer umas perguntas.

Fulana – Claro, mas antes me fala tudo do futuro, e depois eu respondo.

XR3 – Bom. Não estou autorizado a falar sobre o futuro, pois isto pode interferir no fluxo da história.

Fulana – Ah seu “sopinha de letras deixa de bobagem e me fala tudo.

XR3 – O que você quer saber.

Fulana – conte-me tudo. Não esconda nada.

XR3 – Bom… vivemos uma época muita boa. Depois que vocês quase acabaram com o planeta em 2012, muita coisa melhorou. Primeiro conseguimos uma limpeza étnica no planeta. Calma, nada de genocídio, apenas erradicamos a pobreza, a violência e a corrupção. E isto limpou bastante a raça humana, pois acabamos com esse “tipo de gente”. Depois disso com muito esforço global conseguimos limpar o planeta. Aqueles bilhões de dólares que eram gastos para armar as chamadas super potências foi destinado a pesquisas e desenvolvimento de novas fontes limpas de energia. Aquele líquido preto que vocês usavam e chamavam de petróleo foi banido de todas as nações. Os bilhões de dólares dessa indústria suja foram utilizados para erradicar a pobreza na África e o restante distribuído entre as demais faixas pobres de outras nações como a antiga Índia. Ah. Acabamos com as fronteiras. As pessoas atualmente não são discriminadas ou rotuladas por ser deste ou daquele país, atualmente são chamados apenas de HUMANOS.

Fulana – Nossa, então vamos ser muito melhores no futuro. E os carros, as casas, as roupas, as baladas?

XR3 – Bom, um de cada vez. Ficamos melhores sim, mas não foi fácil, tivemos de ser muito austeros com as primeiras gerações de HUMANOS. Leis rígidas e cumpridas à risca nos moldaram para uma nova sociedade.

Fulana – Hummm fala do resto.

XR3 – Sim. Os carros foram abolidos da nossa sociedade, hoje utilizamos VLPs – Veículos Locomotores Pessoais. São cápsulas moldadas conforme nossa necessidade de deslocamento, que se alteram conforme as distaâncias que vamos percorrer. São veículos modulares. Eles são movidos a hidrogênio como fonte energética, não são poluentes e são construídos com fibras biodegradáveis, são mais seguros e geo-guiados, assim não existem acidentes de trânsito, pois o limite de velocidade nunca pode ser ultrapassado e as rotas são monitoradas pelo STU – Sistema de Tráfego Universal. As casas. Bom, o que você chama de casa era algo que vocês erguiam, umas maiores do que as outras, cheias de coisas que vocês não usavam, e que tinha um lugar chamado garagem, que deveria guardar o carro e que vocês enchiam de bagulhos. Bom, pegamos tudo de bom e útil que havia em uma “casa” e priorizamos isto: as Pessoas. Nós humanos vivemos em comunidades chamadas casulos, dividida em três radiais. O núcleo onde trabalhamos e rezamos. a Segunda Radial, onde estudamos e nos divertimos. E a Terceira Radial onde nós moramos. Isto nós vimos em manuscritos antigos de uma civilização antiga chamada Grécia. Adaptamos ao nosso tempo e a chamamos de Casulo. As roupas. Bom. Descobrimos que as roupas como vocês chamavam aqueles produtos de mal gosto que eram desenhados por pessoas chamadas estilistas, que ditavam isso como moda e que todos morriam de trabalhar para terem dinheiro para pagar por elas e criar os impérios destes estilistas. Ah e estas peças pelo que li pareciam na sua maioria ficar fora de uso rápido e não eram confortáveis. Nesse campo também evoluímos. Atualmente temos dois modelos de roupas. Na verdade chamamos elas de VESTES. As vestes são feitas de fibras naturais, são muito confortáveis, duram décadas, o que ajuda a preservar nosso EKO. Ah já ia me esquecendo de falar. Mudamos o nome do planeta, agora o chamamos de EKO, pelo fato de ser a nossa CASA. Bom as VESTES como estava falando, podem ter dois modelos, o masculino, composto de camisa e calça e o feminino, composto de saia e blusa. São termo eficientes, bio degradáveis, duráveis e ultra resistentes. Quanto a última pergunta eu não entendi o que você chama de BALADA.

Fulana – as festas, a azaração, a paquera, o ritual de acasalamento?

XR3 – Ah! entendi. As comemorações são regradas. Durante o período Translacional temos quatro comemorações. Comemoramos o dia de EKO, onde todos nós saudamos a nossa casa e a forma como ela acolhe a todos nós. Comemoramos o dia da FERTILIDADE, por sabermos que ela é importante para a nossa continuidade como espécie. Comemoramos o dia da VIDA, para que as gerações mais jovens saibam a importância de preserva-la e por fim comemoramos o dia da ÁGUA, para enaltecê-la como fonte de toda a VIDA.

Fulana – Nossa! deve ser chato isso. e não tem bebida, cigarro?

XR3 – Temos bebida sim. Bebemos água, que é saudável e nos limpa de maneira contínua. Cigarro, não existe isso aqui. Pelo que estou acessando do banco de dados Cigarro era uma droga bem imbecil que as pessoas do passado usavam para se matar lentamente. Não, isso nós não temos no futuro.

Fulana – Ah tá! Mas me fala mais, fala mais… No futuro se ganha muito dinheiro?

XR3 – rsrsrsrsrs me desculpa mas isso é uma coisa engraçada. Nós HUMANOS não usamos dinheiro. Utilizamos algo melhor. Temos tudo que precisamos e utilizamos de maneira racional e proporcional as nossas necessidades. Usamos plaquetas de bioplástico que chamamos de PAN – Plaquetas de Acesso às Necessidades. Sempre que precisamos verdadeiramente de algo, utilizamos a nossa PAN e pegamos aquilo que precisamos. Aquilo que não necessitamos nós não pegamos. Porém se pegarmos algo que não necessitamos o CNH – Conselho de Necessidades Humanas nos pune com a proibição de usarmos nosso PAN por um período translacional. Isso nunca ocorreu, pois se ficamos sem o PAN não conseguimos sobreviver.

Fulana – Nossa! Que babado… e os computadores? Super modernos eu imagino.

XR3 – Desculpa mas nós não temos esses aparelhos antigos.

Fulana – E como vocês vivem sem Facebook, Twitter, Games, MSN?

XR3 – É engraçado você não entender. Eu digo o mesmo de vocês, mas, vou tentar explicar a você. Desde que nos tornamos HUMANOS, buscamos compreender melhor a forma de nos comunicar e de desenvolver o conhecimento da HUMANIDADE. Conseguimos desenvolver através do uso de bioplásticos e de partículas de carbono circuitos biointeligentes. Assim nós recebemos o implante de micro circuitos bioeletrônicos e construímos uma imensa network psiconeural. Usamos o poder da bioeletrônica para nos comunicarmos e desenvolvermos o acumulo de conhecimento de maneira telepática. É O que denominamos de HUMANET, uma rede psiconeural que liga todos nós HUMANOS.

Fulana – Nossa! é um giga FACEBOOK. Abalou geral!

XR3 – Mas agora me fala você. O que tem de bom aí no passado?

Fulana – Meu filho, seu Sopinha de letras, me desculpa mas não vai da prá responder não pro sinhô, pois vou arrumar minhas coisas, pegar um mototáxi e sair voando pra esse tal de futuro. Fui…

Anúncios

Sobre Jackson Carvalho
Sou um apaixonado pela fotografia; um amante da vida; um enamorado pela publicidade; encantado com a criatividade; um adorador do mundo;

2 Responses to Alô ! Alô! Aqui é do futuro… alguém me escuta?

  1. Walber Baptista says:

    Muito interessante… o poder criativo do Jackson extrapola o senso comum, pois alinha a ficção com a realidade sem ter a preocupação com os erros de conhecimento… até porque ninguém foi ao futuro para discordar do que ele diz… esse é o papel da ficção.

    Parabéns Jackson, é bom saber que vc sabe usar a criatividade tão própria dos publicitários!!! Fico feliz pelo seu sucesso!!!…:)

  2. Ricardo Almeida says:

    Caro Jackson, seu belíssimo diálogo, reflete uma mudança (“revolução”) global que está em andamento. Talvez nossa geração não tenha acesso a isso pessoalmente mas muita gente está trabalhando para que se torne realidade o quanto antes. Foi assim com o iluminismo e os direitos humanos, poucos pioneiros lutaram mas toda a raça humana foi beneficiada. Que cada um que tenha consciência dessas mudanças faça a sua parte com amor, paixão, disciplina e dedicação.

    Precisamos FAZER mais e filosofar menos. O que vemos por ai é muita hipocrisia e palavras bonitas, louvores alienados egoístas a Deus enquanto pobres morrem de fome nas calçadas das igrejas. O ser humano precisa parar de oferecer ESMOLAS; essa ajuda tem de ser SISTEMÁTICA e não em boas ações de natal ou duas a três vezes por ano; deve refletir em nossas vidas de forma OBJETIVA semanal ou até mesmo diária. Até que um dia cheguemos perto da visão desse texto tão bem escrito por Jackson.

    Muitas pessoas se esforçam e são bem sucedidos financeiramente e por ser fruto de um esforço pessoal acham que todo o retorno financeiro é para ser usado em benefício próprio. Compram uma casa grande onde poderiam morar 20 pessoas nela vivem apenas 3. Compram um carro ou moto que valem o preço de uma casa enquanto tanta gente morre de fome ou não tem material escolar ou vai pra escola num ônibus rural caindo aos pedaços.

    As margens das estradas vejo dezenas de chácaras, bangalôs, condomínios com serviços e estrutura de alto padrão. Tanto DINHEIRO e ESPAÇO usado para POUCOS. Para mim é o retrato da canalhice e egoísmo inconscientes. Me espanta como essas pessoas ditas tão cultas não conseguem ver que na natureza não exite desperdício, tudo precisa ter um destino e intenção que beneficie a tudo e a todos. Estamos nesse mundo não para viver apenas em benefício próprio, o que é uma óbvia BURRICE. Até as formigas fazem isso, pássaros quando voam em formação, até as bactérias são mais inteligentes que nós. Isso é algo natural presente até mesmo no corpo humano onde cada célula faz a sua parte e não existe uma mais abastada que a outra. Quando um grupo de células resolve trabalhar por conta própria chamamos de CÂNCER e que lentamente se torna LETAL.

    É triste ver que tantas pessoas leem esses textos acham apenas interessante e não mudam absolutamente nada em suas vidas. Palavras bonitas jogadas ao vento se em alguns meses você comprar uma Ferrari em vez de um carro popular e o que sobrar investir na construção de uma escola na zona rural, uma biblioteca pública, um salão de dança para a terceira idade, uma casa popular para uma família pobre. Nenhuma dessas boas ações passam em vão, pois a natureza as reconhece e muitas outras boas conexões são criadas no futuro, mesmo que você ache se ache deslocado ou uma gota no oceano. Existem tantas opções para você distribuir sua riqueza e tornar esse mudo um pouco mais próximo do paraíso na terra que é algo perfeitamente possível e não utópico.

    Caro leitor, pense e FAÇA ALGO, você é inteligente e sabe que tudo isso faz sentido (não espere pelos outros e muito menos pelo governo). A revolução do NOVO MUNDO HUMANO precisa de homens e mulheres despertos, pessoas como você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: